Se eu te conheço…

Se eu te conheço…
Se eu te conheço? Eu conheço o teu passo, o teu traço, o teu compasso.
Conheço o teu desassossego, sua triste melancolia, teu olhar.
Do teu cansaço fiz abraços pra te confortar.
Se eu te conheço? Conheço teu sorriso e tuas ausências tecidas de silêncios, quando as palavras são indizíveis, indecifráveis e inúteis. Conheço teus medos não confessados e tua cara e coragem. Conheço, porque você andou por mim e eu visitei todos os seus recantos. Nenhum vão na tábua do assoalho ficou inerte sob o meu pisar. Pisei com firme delicadeza e fui entrando por cômodos nunca antes visitados. Estou na palavra do verso, estou na canção entoada – toada do coração. Sou o reverso da medalha, o avesso da toalha, bordada e talhada a mão. Sou a lembrança que trago, a menina que afago em cada noite de solidão. Para que não se perca o sorriso, e valha, por fim o sacrifício, de me buscar, me perder e encontrar. Se eu te conheço? Olha por mim oh criança, vela por mim minha infância pra que eu não me perca de mim!

(Miryan Rezende)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: